Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/03/22 às 8h13 - Atualizado em 30/03/22 às 8h13

Comunidade participa de plantio voluntário na orla do Lago Norte

COMPARTILHAR

Comunidade e voluntários Banco do Brasil participaram de uma ação de plantio de mudas nativas do Cerrado, na manhã deste sábado (26). A iniciativa aconteceu no Parque das Garças em comemoração à Semana Mundial da Água, marcando também o lançamento oficial do projeto Recupera Cerrado – Orla Norte do Lago Paranoá que aconteceu nessa sexta-feira (25).

 

O evento contou com a participação de mais de 400 pessoas. Na ocasião, diversas espécies como peroba, copaíba, ipês, pau santo, buriti e cajuzinho do cerrado foram plantadas, reforçando a importância da educação ambiental bem como da contribuição de todos para manter a preservação dos Parques e Unidades de Conservação da orla do Lago Paranoá que recebem as intervenções de recuperação mediante a recomposição da vegetação nativa.

 

Rosane Carneiro frequenta o Parque das Garças e mora na região. “Estava fazendo caminhada com meu esposo e percebemos a ação de plantio. Ficamos muito felizes em saber que o Instituto Espinhaço desenvolve esse tipo de projeto não apenas aqui, mas em diversos lugares do Brasil. Sempre gostei muito da natureza, preservar as espécies nativas é preservar a nossa riqueza. Gostei muito de participar, estou encantada!”, afirma.

 

Já o casal Pablo Vaz e Virgínia Messias fazem parte dos voluntários BB e aproveitaram a oportunidade para passear com o filho e curtir o momento em família. “Já participamos de outros tipos de ações como voluntários, mas participar do plantio de árvores é a primeira vez.”, conta Pablo. “Hoje decidimos trazer nosso filho, Lucas, para ele ver e ajudar com o plantio. A iniciativa é muito importante, assim podemos dar o exemplo para que ele entenda que precisamos cuidar da natureza, porque precisamos do planeta vivo. É um cuidado para o próprio futuro dele, para o futuro dos filhos dele”, acrescenta Virgínia.

 

Recupera Cerrado

O Recupera Cerrado é um projeto de recuperação ambiental da Orla Norte do Lago Paranoá, mediante o plantio de espécies do Cerrado, desenvolvido com recursos na ordem de R$ 1,2 milhão provenientes de compensação florestal. É uma realização do Governo do Distrito Federal, por meio da Secretaria do Meio Ambiente e do Instituto Brasília Ambiental, em parceria com a Fundação Banco do Brasil e execução do Instituto Espinhaço.

 

O objetivo é garantir a segurança hídrica, a biodiversidade e o engajamento socioambiental integrado, com base nas ações de conscientização e preservação ambiental devido aos desgastes naturais e histórico de uso e ocupação.

 

Com informações da Sema

Brasília Ambiental - Governo do Distrito Federal

SEPN 511 - Bloco C - Edifício Bittar - CEP: 70.750-543