Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal

Programa de Monitoramento da Qualidade do Ar do DF

O Conselho Nacional do Meio Ambiente, por meio da resolução CONAMA nº 3/1990, institui a obrigação dos estados a monitorarem alguns poluentes atmosféricos. Essa resolução institui níveis de atenção, alerta e emergência, além de os padrões primário e secundário de concentração atmosférica de cada poluente legislado.

 

O IBRAM coordena e executa o Programa de Monitoramento da Qualidade do Ar do Distrito Federal que acumula dados desde 2005 com rede dinâmica e com resultados divulgados mensalmente no Site do IBRAM.

 

O Programa de Monitoramento da Qualidade do Ar do Distrito Federal existe desde 2005 de maneira pontual em locais priorizados em função da grande circulação pessoas aliada ao trânsito de veículos ou presença de fontes emissoras fixas (como fábricas de cimento, usinas de asfalto, etc.).

 

A configuração da rede de monitoramento sofreu alterações durante a série histórica, sendo que atualmente, o IBRAM possui 4 estações de monitoramento. O mapa abaixo apresenta a atual distribuição dessa rede (Figura 1):

 

Figura 1. Localização dos pontos da rede de monitoramento da qualidade do ar no DF.

 

O IBRAM tem buscado modernizar e aumentar os pontos de monitoramento da qualidade do ar do Distrito Federal, inclusive com aprovação recente de recursos via FUNAM-DF (Fundo Único do Meio Ambiente do DF) para aquisição de estações mais modernas.

 

ok6 Conheça as estações de monitoramento da qualidade do ar pelo DF

ok6 Resultados do Programa de Monitoramento da Qualidade do Ar do Distrito Federal

ok6 Links relacionados ao Programa de Monitoramento da Qualidade do Ar

 

Instituto Brasília Ambiental - Governo de Brasília

IBRAM

SEPN 511 - Bloco C - Edifício Bittar - CEP: 70.750-543