Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/04/21 às 7h42 - Atualizado em 20/04/21 às 9h47

Monumento Natural Dom Bosco recebe obras de revitalização e acessibilidade

O Instituto Brasília Ambiental está realizando intervenções no Monumento Natural Dom Bosco, no Lago Sul, que visam tornar àquele espaço ecológico mais acessível as pessoas portadoras de necessidades especiais. As realizações ocorrem com recursos de compensação ambiental do Condomínio Interlagos, somam R$ 273.451,70, e estão sendo executadas pela empresa TT Engenharia. A previsão de conclusão das obras é de nos próximos 30 dias.

 

No conjunto das obras de acessibilidade constam sinalização visual nos degraus da escada ao lado da Ermida, faixa táteis de alerta no chão em frente à escada, adaptação dos banheiros, escada de acesso ao palco do teatro ao ar livre com sinalização tátil de alerta, corrimão e sinalização visual no piso dos degraus e tátil de alerta na borda do palco, e faixas táteis nas bordas livres, cinco bebedouros industriais para portadores de necessidades especiais.

 

A gestão do Brasília Ambiental enfatiza que a acessibilidade é uma das prioridades a serem implementadas nas Unidades de Conservação (UC’s), nas quais serão providas de infraestrutura dentro do programa Parque Acessível.

 

“O Monumento Natural Dom Bosco é um dos pontos mais visitados do DF, inclusive, por turistas, além dos visitantes locais, portanto, provê-lo de condições de acessibilidade naquele é prioridade para o Brasília Ambiental”, destaca a superintendente Superintendência de Unidades de Conservação, Biodiversidade e Água do Instituto (Sucon), Rejane Pieratti.

 

O Monumento Natural Dom Bosco ocupa uma área de 171,98 hectares, que mantém reservas nativas de Cerrado e está situada na Orla do Lago Paranoá, oferecendo uma paisagem exuberante a quem o visite.

 

O espaço ecológico oferece trilhas, pistas para skate e bicicleta, coopervia, ciclovia, banheiros, anfiteatro aberto, sede administrativa com sala para Educação Ambiental (Casa da Cerradania), Jardim do Patrimônio Ecológico do DF e estacionamento. Antes das restrições impostas pela Pandemia do Covid-19, o Dom Bosco recebia, em média, cinco mil visitantes por semana.

 

A Ermida Dom Bosco, a primeira obra de alvenaria construída na capital, é uma das principais atrações. A pequena capela, projetada por Oscar Niemeyer, homenageia o segundo padroeiro de Brasília, São João Bosco, que teria previsto, em sonho, a construção da cidade, ainda no Século XIX.

Brasília Ambiental - Governo do Distrito Federal

SEPN 511 - Bloco C - Edifício Bittar - CEP: 70.750-543