Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/10/17 às 13h19 - Atualizado em 11/10/17 às 18h24

IBRAM apreende 33 toneladas de madeira ilegal e multa empresas

COMPARTILHAR

O Instituto Brasília Ambiental (IBRAM) encerrou na tarde da última terça-feira (10) mais uma etapa da Operação Madeira de Lei, um conjunto de ações de combate ao comércio de madeira ilegal no DF, o terceiro maior consumidor desses produtos no País. Pelo menos 35 empresas que comercializavam produtos florestais de origem nativa na região administrativa do Gama foram fiscalizadas e onze foram multadas. Três tiveram material apreendido. Pelo menos 33 toneladas de madeira ilegal foram recolhidas pela Polícia Militar do Distrito Federal e Secretaria de Agricultura, que apoiaram as operações, por não apresentar o Documento de Origem Florestal-DOF.

Segundo o Superintendente de Fiscalização, Auditoria e Controle Ambiental do IBRAM, Marcos Félix, as empresas foram multadas em mais de R$ 80 mil. As ações da Operação Madeira de Lei serão retomadas já na semana que vem e se estenderão até o final do ano. O DF é o terceiro maior polo consumidor de madeira explorada ilegalmente, sobretudo da Amazônia, diz, ainda.“Temos uma grande responsabilidade em coibir esse comercio ilegal, que produz uma série de impactos sociais e ambientais negativos, como degradação de florestas, crise hídrica, evasão de impostos e geralmente está associada também ao trabalho escravo”, afirma ele.

Instituto Brasília Ambiental - Governo de Brasília

IBRAM

SEPN 511 - Bloco C - Edifício Bittar - CEP: 70.750-543