gototop

Instituto Brasília Ambiental

FacebookTwitterYoutubeFeed

APA Gama e Cabeça de Veado

Área de Proteção Ambiental das Bacias do Gama e Cabeça de Veado

Decreto de criação: Decreto nº 9.417, de 21 de abril de 1986

Grupo: Uso Sustentável

Categoria: Área de Proteção Ambiental

Plano de Manejo: Diretrizes e Subsídios ao zoneamento

Regiões Administrativas: Brasília – R.A I (1%), Núcleo Bandeirante R.A – VIII (22%), Santa Maria – R.A XIII (9%), Lago Sul – R.A XVI (65%), Candangolândia R.A XIX (3%).

Limites e vias de acesso: À Sudoeste possui como limite o entroncamento da Estrada Parque Ipê (EPIP) DF-065 com a Estrada Parque Contorno (EPCT) DF-001, a Oeste maior parte limita-se com a Estrada Parque Indústria e Abastecimento (EPIA), à sudeste faz limite com a DF-140. Além das vias citadas acima,é também possivel o acesso da unidade por meio da Rodovia Radial DF-002, Rodovia de Ligação DF-463 e DF-473, DF-055, DF-002.

Dados Geográficos

Área: 25.000 ha

Perímetro: Aproximadamente 67.000 m

Solo: Solos espessos denominados Latossolos predominam na região (principalmente da Depressão do Paranoá). Nas áreas de relevo mais movimentado, aparecem solos mais rasos denominados Cambissolos. Os solos Litóticos aparecem nas áreas de afloramento rochoso na porção das cabeceiras dos cursos d’água, basicamente à sudeste da APA. Solos Hidromórficos aparecem em áreas planas (vales, onde aparecem Matas de Galeria e Veredas) principalmente no Núcleo rural da Vargem Bonita.

Fitofisionomias

A elevada diversidade florística derivada da heterogeneidade ambiental propicia a ocorrência de quase todas as fitofisionomias do bioma Cerrado: Campo Limpo, Campo Sujo, Cerrado stricto sensu, Cerradão, Veredas e Mata de Galeria.

Fauna

Dentre os mamíferos pode-se citar: ‘’paca’’ (Cuniculus paca), ‘’ rato-de-chão’’“gambá-de-orelha-branca” (Didelphis albiventris), “rato-calunga” (Cerradomys subflavus), “morcego” (Myotis nigricans), “jaguatirica” (Leopardus pardalis), “cangambá” (Conepatus semistriatus), (Thalpomys lasiotis, Thalpomys cerradensis), ‘’ rato-da-árvore ‘’ (Rhipidomys mastacalis).Dentre os anfíbios: ‘’rã’ (Leptodactylus furnarius), ‘’rã-assobiadora’’ (Leptodactylus fuscus), ‘’rã-pimenta’’ (Leptodactylus labyrinthicus), ‘’rã-manteiga’’ (Leptodactylus ocellatus), ’’rã’’ (Leptodactylus syphax). Os répteis que se destacam na APA são: ’coral-falsa’’ (Apostolepis ambinigra), ‘’papa-aranha’’ (Philodryas agassizii), ‘’caninana’’ (Spilotes pullatus), ‘’jararaca-do-banhado’’ (Mastigodryas bifossatus), ‘’cobra-cipó’’ (Chironius quadricarinatus), ’salamanta’ (Epicrates cenchria).

Flora

Entre as espécies arbóreas destacam-se "vassoura de bruxa’’ (Ouratea hexasperma),’’canela de velho’’ (Aspidosperma subincanum) ‘’pau terra da folha miúda’’ (Qualea parviflora), ‘’Pau terra da folha grande’’ (Qualea grandiflora),’’Copaíba’’ (Copaifera langsdorffi), ‘’pau d’óleo (Hymenaea caurbaril) ‘’Mandiocão’’ (Dydimopanax macrocarpum), Virola Sebifera, ‘’pau-santo’’ (Kielmeyera coriácea) .Dentre as herbáceas e arbustivas destacam-se ‘’Capim flexinha’’ (Echinolaena inflexa), Axonopus marginatus, Ichnanthus camporum. Outras espécies se destacam pela beleza de suas flores: ‘’Canela de Ema’’ (Vellozia squamata), ‘’flor do cerrado’’ (Calliandra dysantha).

Veja também

Mapa de localização da APA

Galeria de fotos

 
VOCÊ ESTÁ AQUI: Início